21 de novembro de 2019 Home | Conte sua história | Cadastre-se | Sobre nós | Fale Conosco | Anuncie aqui
 
 
Voltar para a home do GEx
twitterFacebook    Editorial GEx
pesquisar
 
   
 
Editorial
 
 
Postado em 23/6/2010

Falar uma terceira língua???

Exigência no mercado de trabalho

Por Guacira Singer
guacira@globalexchange.com.br

 Falar uma língua estrangeira deixou de ser um luxo há muito tempo, já virou idioma indispensável para qualquer profissões. O importante agora é dominar mais 1 ou 2 outros idiomas além do inglês

Os brasileiros estão percebendo que aprender outros idiomas traz muitas vantagens: aumenta a bagagem cultural, enriquece o currículo, amplia as chances de conseguir um trabalho melhor e abre portas para mundo inteiro. Além de mostrar que você vivenciou experiências culturais, comprovará que seu relacionamento dom pessoas melhorou.

Fazer negócios com países russos e chineses, não pára de crescer e quem dominar seus idiomas, terá muito valor no mercado. Consequentemente,  aumenta muito a demanda de pessoas interessados em estudar outros idiomas que antes pareciam distantes da realidade brasileira, como: chinês, russo, árabe e japonês.

O perfil de estudantes de idiomas se dividem em dois grandes grupos: jovens que estão entrando no mercado de trabalho e vêem no idioma estrangeiro um caminho para aumentar suas chances profissionais e executivos e profissionais liberais já com alguma experiência no mundo dos negócios, mas não dominam os idiomas. Consultores e professores são unânimes em afirmar que estudar inglês é imperativo para quem quer crescer profissionalmente. Uma terceira língua muda conforme os interesses específicos  e necessidades de cada um.

A vedete atualmente é o Mandarim, a língua mais falada na China, país mais populoso do mundo com 1,3 bilhão de pessoas (também se fala o cantonês e o tibetano). Aprender chinês é aprender algo completamente novo e diferente, o que obriga o estudante a pensar diferente e ver as coisas com outro ângulo, ampliando seus horizontes culturais e ajudando-os a entender melhor seus costumes  e modo de vida.

Mandarim, hindi, russo e árabe - idiomas falados em países emergentes, com os quais o Brasil tende a fazer cada vez mais negócios - estão ganhando espaço. e quem domina alguma delas tem excelente diferencial.

Mas vale destacar a importância de estudar também os idiomas mais tradicionais como: espanhol, alemão e italiano pois os maiores investimentos externos da Espanha e da Alemanha estão aqui no Brasil e as empresas gostam de ter em seus quadros de funcionários, gente que sabe expressar a língua oficial da corporação.

Fique esperto !!!

Artigos relacionados

Francês em Paris combinado com Moda ou Gastronomia
Inglês em Londres, Inglaterra
Italiano em Florença, Milão e Roma, Itália
Alemão em Berlin, Frankfurt, Munique e Zurich
Francês em Paris, França
Curso de Chinês em Pequim

 

Sobre o autor...

Guacira Singer

Guacira Singer é empresária na área de Intercâmbio Cultural e Turismo. Diretora Geral e Editora do Global Exchange - Portal de Intercâmbio.

Saiba mais - Apresentação

Guacira Singer
guacira@globalexchange.com.br


Últimos artigos de Guacira Singer

New York
Turismo nos EUA: opções para todos os gostos
As melhores opções para levar dinheiro na viagem
SEVIS - Student and Exchange Visitor Information System
Fernando de Noronha - O Caribe Brasileiro
EUA vão agilizar visto para turistas
New Year !!!
Visto Americano para Brasileiros
Quem é Guacira Singer
A saga do turista estrangeiro em São Paulo

Veja todos os artigos publicados por Guacira Singer clicando aqui.


Especiais GEx

Especiais GEx

 
   
 
© 2019 Global Exchange. Todos os direitos reservados.